Evangelion’s Gainax X ADV

a3123-21

[Português Brasileiro / Brazilian Portuguese]

A empresa norte-americana  de produção de anime, a A.D. Vision (ADV), entrou com uma ação contra o estúdio Gainax sobre o projeto de live-action da fraquia Neon Genesis Evangelion da Gainax. A ADV  está pedindo no Tribunal Distrital do Sul do Texas, Divisão de Houston, para esclarecer “certos direitos e obrigações” sobre o live-action e os direitos autorais relacionados.

A ADV afirma que “a Gainax se recusa a confirmar a aquisição, pela ADV, dos direitos autorais e outros direitos de Evangelion e  contesta a empresa japonesa, onde ela se recusa a cumprir as obrigações sob seu acordo.

A ADV e a Gainax assinaram um memorando para a projeto, sendo de: pelo menos 3 filmes live-action, 5 programas de televisão e 3 produtos direto para vídeo (cada um sendo um projeto). Esse memorando foi assinado no dia 1º de março de 2003. O acordo foi anunciado a primeira vez no Festival de Cannes em 2003 como um projeto conjunto entre a Gainax, Workshop Weta e a ADV. Naquela época o co-fundador da ADV, John Ledford, tinha classificado o projeto como um de  importância muito grande. No ano passado, o produtor Joseph Chou disse que os planos para o filme live-action ainda estavam na ativa.

A ADV afirmou que, em seguida, fez os seguintes pagamentos para a Gainax:

US$ 10.000,00 em 3 de março de 2004;
US$ 2.500,00 em 10 de outubro de 2004;
US $ 2.500,00 em 11 de novembro de 2005;
US$ 2.500,00 em 13 de fevereiro de 2007;
US $ 2.500,00 em 22 de fevereiro de 2008, e
US $ 2,515.00 em 19 de fevereiro de 2009

eva-firstimpressionsPara continuar seu projeto, a ADV afirmou que fez um pagamento adicional de US$100 mil dólares no dia 17 de Fevereiro de 2010, antes do prazo de expiração do tempo do projeto que seria no dia 28 de Fevereiro de 2010. Entretanto, a ADV diz que solicitou os materiais da Gainax para confirmar o contrato  e a Gainax atrasou o envio desses materiais. Como resultado a ADV disse que “perdeu a oportunidades de grandes estúdios para registrar os direitos de filme de animação. A ADV avisou a Gainax sobre a perda”.

Segundo a ADV, no dia 15 de julho de 2010, a Gainax fez uma proposta para a alteração do acordo, mas foi negada pela ADV. De acordo com a representação da empresa: “Gainax se recusa a confirmar a aquisição, pela ADV, dos direitos autorais  e outros direitos de Evangelion”. A Gainax também mandou de volta o cheque de US$100 mil dólares para a ADV no dia 27 de julho de 2011.

A ADV esta pedindo ao tribunal que declare o projeto como válido desde o dia 28 de Fevereiro de 2010 devido ao pagamento de US$100 mil dólares no dia 17 de Fevereiro de 2010. A empresa também esta pedindo que o tribunal declare “que a ADV é o único proprietário dos direitos de animação sem a obrigação de pagamentos adicionais a Gainax, salvo certas obrigações de pagamento” como descrito no contrato original.

Além disso, a empresa norte-americana esta pedindo ao tribunal que declare à ADV toda a propriedade de direitos autorais de Evangelion e o direito de produzir, distribuir e de  explorar  de outro modo os Projetos (os 3 filmes live-action, 5 programas de TV e 3 projetos de vídeo). Reinvidica também todos os direitos acessórios, derivados e subsidiários, bem como todos e cada um segundo uso direito a eles referenciados (incluindo, sem limitação de difusão, merchandising, direitos de brinquedo, comercial , gravações de trilha sonora, edição de música, caráter, parque temático, remake, re-escrever, sequência e spin-off de direitos) e projetos adicionais com base nela.

[Inglês / English]

The U.S. company producing anime, AD Vision (ADV), has filed a lawsuit against the studio Gainax on the proposed live-action Neon Genesis Evangelion cutaway of Gainax. The ADV is asking the Court Southern District of Texas, Houston Division, to clarify “certain rights and obligations” on the live-action and the related copyrights.

The ADV claims that “Gainax refuses to confirm the acquisition by ADV, copyrights and other rights of Evangelion and contest  Japanese company, where she refuses to fulfill the obligations under their agreement.

The ADV and Gainax have signed a memorandum for the project, being: at least three live-action films, five television programs and three products video (each one being a project). This memorandum was signed on March 1, 2003. The deal was first announced at Cannes in 2003 as a joint project between the Gainax, Weta Workshop and ADV. At that time the co-founder of ADV, John Ledford, had classified the project as one of great importance. Last year, the producer Joseph Chou said he plans to live-action film were still active.

The ADV said, then made the following payments to the Gainax:

U.S. $ 10,000.00 on March 3, 2004;
U.S. $ 2,500.00 on October 10, 2004;
U.S. $ 2,500.00 on November 11, 2005;
U.S. $ 2,500.00 on February 13, 2007;
U.S. $ 2,500.00 on February 22, 2008, and
U.S. $ 2,515.00 on February 19, 2009

To continue your project, said that ADV did an additional payment of U.S. $ 100,000 U.S. dollars on February 17, 2010, before the expiry of the time that the project would be on February 28, 2010. However, the ADV says that the requested from Gainax materials to confirm the contract and Gainax delayed the sending of these materials. As a result, ADV said that “lost a major studio opportunity for the Motion Picture Rights. ADV gave notice of that loss to Gainax.”

According to ADV, on July 15, 2010, the Gainax made a proposal to amend the agreement, but was denied by ADV. According to company representation, “Gainax refuses to confirm the acquisition by ADV, copyrights and other rights of Evangelion.” The Gainax also sent back the check for $ 100,000 U.S. dollars for ADV on July 27, 2011.

The ADV is asking the court to declare the project as valid from the day February 28, 2010 due to payment of $ 100,000 U.S. dollars on February 17, 2010. The company also is asking the court to declare that “ADV is the sole owner of the rights of animation without the requirement of additional payments to Gainax, unless certain payment obligations” as described in the original contract.

In addition, the U.S. company is asking the court to declare the ADV all copyright ownership of Evangelion and the right to produce, distribute and otherwise exploit the Project (the three live-action films, five TV shows and three video project). Also claimed to all ancillary rights, derivatives and subsidiaries as well as each and every second use rights related thereto (including, without limitation distribution, merchandising rights, toy, commercial, soundtrack recordings, music publishing, character, theme park, remake, re-writing, sequencing, and spin-off rights) and additional projects based on it.

Fonte: Animenewsnetwork