[Teorias E Explicações] EoTV Vs. EoE

Neon_Genesis_Evangelion_Renewal_26_[by EvangelionBR].mkv_snapshot_21.52_[2013.07.15_10.56.38]

[Português Brasileiro / Brazilian Portuguese]

Muito se comenta sobre os finais de Neon Genesis Evangelion, o final da série TV (EoTV) e o filme “The End Of Evangelion” (EoE). Sabe-se que o filme foi feito devido as críticas dos fãs relacionados ao final da serie TV que foi um tanto quanto confuso. Depois do lançamento grupos de discussão debateram muito a respeito dos dois finais diferentes. Chegaram, então, a duas linhas de pensamento diferentes, a primeira que os eventos da serie e de “End of Eva” seriam simultâneos e a outra linha que seriam eventos opostos.


Todas as informações foram retiradas, adaptadas e traduzidas para o Português do Wiki Evageeks.


Eventos Simultâneos

Argumento

Algumas pessoas acreditam que o EoTV e o EoE são o mesmo evento. Enquanto o EoTV acontece na mente dos personagens, o EoE seriam os eventos reais. Baseado no final do Episódio 24, “Air” deveria ter sido o final original. Dessa forma, como EoE veio para complemetar e foi lançado depois da série, ele foi baseado no EoTV. O principal argumento para os finais simultâneos são as cenas da realidade em EoTV, frases e idéias semelhantes em ambas as versões, e a noção de que Shinji rejeitou a Instrumentalidade tanto em EoTV quanto em EoE.

Cenas da Realidade

Em EoTV, durante a instrumentalidade são intercaladas cenas que são chamadas de “Cenas da Realidade”.  Essas cenas fornecem um visual do que está acontecendo no mundo real, enquanto os personagens estão tendo seus diálogos internos. Em EoE o significado dessas cenas fica claro, uma vez que estão envolvidos na trama. Cada imagem mostra a cena EoTV e sua cena EoE correspondente.

EoEconcurrency_1

Eva-02 no fundo do lago.

EoEconcurrency_2
Misato ferida

EoEconcurrency_3
Corpo de Ristuko flutuando

EoEconcurrency_4EoEconcurrency_5
Gendo e Rei

EoEconcurrency_6
A caixa de areia

EoEconcurrency_7EoEconcurrency8
Shinji vendo Misato e Kaji

EoEconcurrency_9
Shinji flutuando em “nenhum lugar”

Frases semelhantes e Idéias

Ambos EoTV e EoE tem frases e idéias semelhantes que se relacionam uns com os outros. Isso é usado como um argumento para provar EoTV e EoE são representações simultâneas de um mesmo evento. EoTV entra na  Instrumentalidade sem qualquer compreensão que EoE proporciona. Ainda em EoTV eles mencionam idéias que sabemos que são verdadeiros baseado em EoE.

EoTV: Episódio 26

SHINJI: O que diabos é isso?
MISATO: Esta é a Instrumentalidade que seu pai iniciou.
SHINJI: É isso?
MISATO: Esta é parte dela.
ASUKA: Você não pode dizer qual é a verdade, Shinji.
Ritsuko: A verdade é subjetiva. Portanto, você mal pode dizer que o que você pode sentir é fato.
REI: A verdade está dentro de você.
Fuyutsuki: E os fatos que permanecem em sua memória é o que vai se tornar a sua verdade.
Ritsuko: A verdade pode ser alterada ao longo do tempo, às vezes.
SHINJI: Isso tudo é verdade! Este é o resultado de … Tudo?
ASUKA: Isso é real, mas uma das muitas realidades.
MISATO: Esta é a conclusão que você queria.
SHINJI: Queria …? Eu?
REI: Sim, destruição total. Você desejou por um mundo em que ninguém seria salvo.
SHINJI: Eu não queria por isso! Os outros não vão me salvar?
Ritsuko: Ninguém pode salvá-lo de si mesmo.
KAJI: Isto é o que você desejava.
ASUKA: Destruição. Morte. E retornar ao nada. Você desejou isso.
MISATO: Esta é a realidade que é.
SHINJI: Qual é a realidade? …
REI: Este é o seu mundo.
HYUGA: Um mundo que existe apenas para si mesmo, um sem tempo, espaço, ou qualquer outra pessoa.
AOBA: Um mundo no qual cada aspecto é determinado por você.
MAYA: Este é o mundo onde você só espera pelos outros para dar-lhe alguma coisa. Essa é a realidade.
MISATO: Este é o seu mundo, a menos que você decidir mudar a realidade.
SHINJI: Este é o mundo que é! Nada pode mudar isso!
RITSUKO: Não. Você, você mesmo, tome a decisão.
FUYUTSUKI: Este é o mundo em que sua mente decide o que vai ser. Essa é a realidade.
MISATO: Se é a vontade de sobreviver …
ASUKA: Ou um desejo de morte, é tudo até você.
SHINJI: Você está dizendo que esta escuridão – este mundo insano – é o que eu realmente queria criar?!
ASUKA: Sim.
KAJI: Você gostaria de um mundo fechado, que era confortável para você.
HYUGA: Você desejou  ele, a fim de protegê-lo de sua fraqueza.
AOBA: Para proteger seus poucos prazeres.
MAYA: Este é apenas um resultado de seu desejo.
MISATO: No seu mundo fechado, em um mundo onde só é permitido ser, outros não podem viver com você.
ASUKA: Mas você ainda queria fechar o mundo que lhe rodeava.
RITSUKO: Seu desejo ejetar coisas que você não gosta, e criou um mundo isolado e solitário cheio de nada.
REI: Este é o mundo que seus desejos criaram, um refúgio privado nos recônditos da mente.
ASUKA: Isto é como tudo termina, um dos muitos finais possíveis.
MISATO: Este é um final que você trouxe sobre si mesmo. Você escolheu este destino.

A Shinji é dada a escolha, que é dito de forma extremamente clara que a escolha é sua, o mundo é de sua decisão. Afirma-se mais de dez vezes nessa passagem que, mesmo que a “Instrumentalidade” seja  plano de Gendo, ainda é o desejo de Shinji, sua escolha, sua decisão. Isso reflete muito o que aconteceu em EoE, embora Gendo causou a  Instrumentalidade, a decisão é de Shinji e o destino do mundo está em suas mãos. Aqui é a cena do episódio 26 ‘, que ocorre logo após “Komm Suesser Tod” começa a tocar, isso mostra sentimentos equivalentes por parte de Shinji.

EoE

SHINJI: Ninguém me entende.
REI: Você não entendeu nada.
SHINJI: Eu pensei que era para ser um mundo sem aborrecimentos … sem incerteza.
REI: Porque você pensou que todo mundo era como você.
SHINJI: Traído! Você traiu os meus sentimentos!
REI: Você foi mal entendido desde o início. Você simplesmente assumiu sem perguntar.
SHINJI: Ninguém me quer. Então, que todo mundo só morra.
REI: Então, para que são essas mãos?
SHINJI: Ninguém se importa se eu existo ou não … Nada vai mudar. Então, que todo mundo só morra.
REI: Então, para o que é esse coração?
SHINJI: Seria melhor se eu não estivesse aqui também. Então, eu deveria apenas morrer também.
REI: Então, por que você está aqui?

Note-se que esta cena ocorre pouco antes de Lilith expandir seu Anti-Campo AT e todo mundo perder a forma física. O “desejo” de Shinji é claro, EoTV: KAJI: Você gostaria de um mundo fechado, que era confortável para você, EoE:. SHINJI: Eu pensei que era para ser um mundo sem aborrecimentos … sem incerteza. A primeira cena que postado do episódio 25, na verdade, ocorre após o segundo. Na segunda, são mostrados que Shinji deseja a morte, que ele deseja a todos só a morte, e imediatamente depois que nós vemos seu desejo efetivamente concedido, que todo mundo perde a forma física, todos eles revertem para LCL. No entanto, ele então tem a chance de refletir sobre essa decisão, “Se é a vontade de sobreviver … Ou o desejo de morte, é tudo porvocê.”. É a escolha de Shinji, a ele é dado no final da série e a ele é dado no filme.


Eventos Diferentes/Finais Diferentes

Argumento

Final Positivo Vs. Negativo

Um dos argumentos que os dois finais são diferentes é que EoTV termina com Shinji fazendo um avanço psicológico positivo enquanto o EoE termina com trauma e desolação de Shinji depois que ele retorna da Instrumentalidade. Em EoTV, Shinji obtém alguma forma de paz e reconciliação interna. Em EoE, Shinji é deixado por um período indeterminado de tempo sozinho em uma terra árida e devastada. Não há noção se ele aprendeu todas as lições que ele fez em EoTV.

Simbolismo do Campo AT

O simbolismo também desempenha um papel importante no apoio da idéia de eventos diferentes. Em EoTV, os indivíduos estão sozinhos passando pelo seu próprio monólogo fisiológico. Por outro lado, EoE representa a Instrumentalidade como a união de todas as almas. No final de EoTV a mente de Shinji esta exausta. Isso transmite exatamente o oposto da Instrumentalidade em EoE onde os Campos ATs individuais retornam.

Foco em Shinji

No início de EoTV , ele diz que o ano é 2016 DC A instrumentalidade das almas ainda estava em andamento, no entanto, há muito pouco tempo para fazer menção de todos os personagens, dessa fomra mostraram somente a instrumentalidade de Shinji, isso faz parecer que Shinji é apenas um dentre a multidão. A apresentação de eventos em EoTV não sugere que Shinji ocupa qualquer posição privilegiada, além de ser o personagem com ponto de vista principal. Quando Misato lava sua “roupa suja” no espaço mental compartilhado, todo mundo comenta sobre ela, sem qualquer sentido de que Shinji seja um “hub” de conexão, ou em qualquer outro sentido diferenciado de qualquer outro dos participantes. Por outro lado EoE definitivamente retrata Shinji como a principal força motriz e foco da Instrumentalidade.

Aceitação da Instrumentalidade

Outra teoria é de que em EoTV Shinji aceita Instrumentalidade, enquanto em EoE Shinji rejeita. Em EoTV não fica claro que Shinji tem uma escolha no assunto, ele só precisa aceitá-la depois que ele percebe  amar a si mesmo. A citação: “Eu entendo! Eu posso existir aqui!” é usado pelos defensores para dizer que Shinji percebeu que ele pode viver neste novo mundo da Instrumentalidade. Na descrição do Filmbook Newtype da última cena de EoTV é “Entre as muitas palavras de parabéns, um leve sorriso começa nos cantos da boca de Shinji (e se espalha em toda a sua face) Um cara feliz –. Esta é a figura do Complementado Shinji. Esta conclusão é também uma forma, uma possibilidade entre muitas.” Isso foi interpretado por alguns fãs como se referindo a uma aceitação da instrumentalização permanente e fundindo-se com o resto da humanidade.

____

Banner 3
  • Análise bem interessante, nunca havia pensado na ultima hipótese(Aceitação x Rejeição), infelizmente só quem sabe sobre isto é o Anno, se dúvidar nem o Sadamoto sabe 🙂

  • Franco_Kurosaki

    Eu adoro essas teorias tanto que nem apaguei os episódios finais da série ^^
    Algumas cenas diferentes no filme se misttam bem similares a TV mas com maior expressão artística,dá pra perceber um foco maior na relação Shinji-Asuka

  • Rodrigo

    Incrível post!
    Só Anno sabe..

    Mas fico com a 1° teoria , por ter argumentos mais convincentes na minha opinião.

  • Fael-kun

    Realmente eh dificil ir pra um dos lados pq os dois tem argumentos bem validos. Eh por isso q eu adoro Evangelion, de vez em quando fico revendo o filme e os ultimos episodios pra ver se consigo uma visao melhor sobre tudo isso, mas so consigo dizer uma coisa: Hideaki Anno eh um gênio kkkk

  • gabriel

    Nossa, eu já tinha lido que os eventos em EoE e EoTV são complementares e pra mim faz todo sentido devido as mesmas imagens que são mostradas tanto no filme quanto na serie, dos desenhos e tals. Mas quando cheguei no final e vi a frase ” Complementado Shinji” , me confundi todo, porque pra mim isso é uma prova concreta de que ele aceitou a instrumentalidade! E está perfeitamente claro que no final do filme ele está triste e em dúvida, e no final da série ele está satisfeito e realizado… Que droga ANNO! Ele nos deu argumentos suficientes para defendermos as DUAS teorias, que resultam em finais COMPLETAMENTE OPOSTOS! Não sei se o amo ou o odeio por isso hahahah!

  • sanchetos

    por isso que o meu anime favorito até hoje é Evangelion !
    adorei essa teoria muito bom mesmo, mas no o cretino do Anno sabe neh! kkk

  • Éverdes

    Talvez, nem o próprio Anno tenha se decidido (hehe), e deixou pra cada um de nós, escolhermos a teoria que nos convém, mas eu fico com a 1ª teoria, afinal uma imagem vale mais que mil palavras, e aqui temos mais de uma, embora realmente o contraste grotesco entre o Shinji realizado de EoTV e o frustrado de EoE, seja questionável, não sei se fazer um final contrastando o outro faz muito sentido, afinal em ambos Shinji rejeita a instrumentalidade, acho que um completa o outro, senão Anno estaria “destruindo” um final e reconstruindo outro, acredito que ele apenas tornou o final mais entendível (ou não, rsrs), e bem menos abstrato que o 1º…

  • esse e o shinji ikare sempre feliz e medroso

  • Smolder

    Grande teoria.
    Semprei achei os 2 finais excelentes, acho que um complementa o outro, enquanto o final da série explica a instrumentalidade de forma mais profunda, o filme explica de forma bem mais simples e direta.
    Amo esses diálogos e monólogos de Eva, fazem a pessoa pensar sobre diversas coisas inclusive se tudo isso da vida é real ou não,
    são tantas coisas ótimas que tiramos dessa verdadeira “Aula de vida” que é esses finais. É uma pena que nem todo mundo goste de pensar e exercitar o cérebro.

    Ótimo post!

  • Sou da turma que acredita que os dois finais são os mesmo. Mas gente, eu odeio o final do anime. Pra mim é óbvio que ele foi daquele jeito por falta de grana da Gainax.

  • João Ferreira

    Depois eu leio o texto com calma, mas pra mim o final da Série de TV e o filme EoE não se complementam.

  • jaype

    quem sabe o Anno n quis fazer exatamente isso: o filme complementando o anime e nos minutos finais ele fez igual a aqueles jogos com finais alternativos e deixou o final bom no anime e o ruim no filme (n sou defensor da teoria d q eles são opostos mas levando em consideração esse ótimo post quem sabe né?)

  • Arthur C.

    Eu nunca havia pensado dessa forma. Que os dois finais se complementariam. Estou acreditando que é justamente um final alternativo mesmo. Como no EoTV a individualidade de cada um nos foi mostrada, isso poderia significar que essa instrumentalidade apenas significaria “um novo mundo” e não exatamente uma “união de todas as almas”. Dessa forma, então a instrumentalidade como projeto de desenvolvimento humano apenas serviria como método psicológico de modificação. Assim, o Shinji se aceitou da forma como era, ele recusou aquele falso mundo, pois se aceitou no que vivia. Ele estava preparado pra aceitar a dureza da vida e a insensibilidade.

    Já no EoE, as almas iriam se unir, e tudo deixaria de existir. A alternativa seria um vazio que o próprio Shinji havia criado. Ele despreza essa possibilidade e com o temor que já sentia antes, fica ainda mais atemorizado.

    Resumindo: Como no próprio texto fala, Shinji no EoTV é apenas mais um na instrumentalidade, o “Parabéns” reflete isso. Se Shinji fosse algo como escolhido, então seria lhe dito algo como: “Obrigado”. “Você conseguiu” com mais entusiasmo e gratidão. Como foi o “Parabéns” indica claramente que ele conseguiu algo pra si próprio;ele se salvou…e não a humanidade.

    No EoE, assim como no mangá, ele é o escolhido, logo ele tem de salvar a humanidade por meio da fusão de toda a humanidade em apenas um ponto. Porém ele recusa essa ideia grotesca pra ele, e se apavora. Além de tudo, ao escolher isso, ele se afasta da sua mãe e é condenado a viver naquele mundo horrível q ele odiava…o mundo real.
    Além de q é sugerido, q ele seria o último traço de humanidade existente em milhares de anos, junto com seu Eva unidade 01. Essa ideia faz com que ele perca o controle. E assim, ele tenta matar Asuka, como tinha feito na cena do “Komm Susser Tod”.

    Eu particularmente prefiro a 1ª versão, por ser mais simples e direta. As pessoas podem não entender…Mas, na minha opinião, se você abre sua mente, pode perceber que o fim do anime original é menos(eu disse: MENOS) abstrato que o do EoE. Pois ele indica subjetivamente de uma forma mais fácil e prática o que viria a seguir. O End of Evangelion é ainda mais confuso, porém também acho muito bom(a parte da reflexão é muito mais bonita do que a série original).

  • Leandro

    Sempre preferi o final da série, um final que a Misato morre não é
    legal, e no The End o final é apavorante, uma raça humana conce-
    bida por Shinji e Asuka? imagina as pessoas que viriam depois,
    só lembrando Anno disse que o Rebuild teria um final feliz, fico
    imaginando que tipo de fim pode ser, tds ressucitando? Shinji
    ter um novo começo? sei lá…espero que o mangá pelo menos
    dê uma perspectiva diferente….

    • Mas a raça humana não vai ser concebida por Shinji e Asuka… no final do The End of Eva mostra que Shinji e Asuka apenas foram os primeiros a sair da Instrumentalidade. A Rei/Lilith diz que qualquer um que queira voltar a ter seus corpos individuais basta querer voltar.

      • Matheus

        Mas não mostra mais ninguém saindo do mar de LCL. Ou seja: é perfeitamente imaginável que Shinji e Asuka sejam os novos Adão e Eva do mundo (Apesar de que eu não acredite nessa interpretação)

  • Vocês ja pensaram que TODOS os finais/teorias podem estar corretos e que cada um deles é um universo alternativo, em um Shinji ficou feliz consigo mesmo, em outro o Shinji continua traumatizado, em outro ele aceitou a instrummentalidade, em outro não, etc….
    Eu gosto mais do final da série doque o final do EoE, sinceramente o fim de EoE me fez de certa forma ter raiva do Shinji pela covardia dele, por isso prefiro o final do EoTV, pq eu gosto da evolução do personagem na série. Eu tb gosto de imaginar que ele rejeitou a instrumentalidade e que aquele mundo que vemos por alguns minutos em que a Asuka é sua amiga de infância seria o mundo pós-instrumentalidade, um mundo em que o Shinji aceita que mesmo com a dor e podendo se ferir ele pode ser feliz.

  • Matheus

    Creio que o final do anime implica na aceitação da instrumentalidade por Shinji.

    Vejam bem, toda a “ilusão”, a epifania, que Shinji estava tendo no episódio 25 e 26 eram referentes a visão dele como indivíduo.

    GENDO: Você não sabe o que é ser gostado pelos outros.
    MISATO: Você nunca aprendeu a lidar com o medo do que os outros pensam de você, por isso você os evitava
    SHINJI: Mas os outros não me odeiam?
    ASUKA: Você é o que? Burro? Isso tá tudo na sua imaginação, seu idiota!
    SHINJI: Mas… eu me odeio
    REI: Aquele que se odeia não pode amar. Não consegue confiar nas outras pessoas
    SHINJI: Eu sou um egoísta. Sou um covarde. Um fraco.
    MISATO: E agora que você se conhece pode cuidar de sí
    SHINJI: Eu me odeio… mas… eu acho que poderia me amar (o cenário onde ele está começa a rachar)
    Talvez minha vida pudesse agora ter um valor maior (cenário racha mais)
    Isso mesmo! Eu não sou mais nem menos do que eu! (cenário racha mais)
    Eu sou eu, eu quero ser eu! (cenário racha novamente)
    Quero continuar existindo nesse mundo!! (cenário continua rachando)
    Eu sou digno de viver aqui! (Cenário 2, onde Shinji está isolado, em névoa e raízes espinhosas; é varrido por um redemoinho que vem de Shinji. Agora, ele está com os personagens que ele conviveu parabenizando-o pela decisão tomada. Ele então agradece.)

    Vejam bem, o diálogo aqui é a respeito da visão errada que Shinji possuía, de que os outros o odiavam. Isso o impedia de se unir com eles. Ele sempre será ele, seja separado ou no mar de LCL, mas no mar de LCL a identidade dele estaria unida com a dos outros. Como poderia escolher unir-se com todos se tinha medo deles?
    Porém agora, ele sabe que os outros não o odeiam.
    Ele então percebe que não precisa mais ter medo dos outros.
    Diz que é “digno de viver aqui”.
    Então Shinji escolhe “existir nesse mundo”. E que mundo é esse? Basta ir até o texto do site, procurar e ler as falas que estão sublinhadas no texto do episódio 26.
    Viu?

    Ou seja: ele escolhe ser ele junto de todos. Escolhe existir e coexistir com todos.
    Escolhe a instrumentalidade.
    O campo AT é a barreira que separa nosso coração do dos outros, segundo Kaworu no episodio 24. O campo AT de Shinji racha e então some. Agora ele está junto de todos. Esse é o final do anime.