[Teorias E Explicações] Rei e o Recipiente de Água

Quem acompanha Neon Genesis Evangelion sabe que ao longo da série, em muitas situações, são jogadas na tela muitas imagens como flash, isso acontece em The End of Evangelion e ao longo da série. Porém o que muitas pessoas não notam é que na abertura isso também acontece e um desses flash é bem peculiar.

A cena em questão está na sequencia de 1:20 da abertura. Aparece uma uma imagem de Misato, de Adão (gigante de Luz), uma imagem de satélite do 2º Impacto,  a cena em questão  e depois um desenho de Yui. Algumas das imagens passam muito rápido, só dando pause para ver algumas (como é o caso da imagem do colar da Misato).

Abert-Seq 01 Abert-Seq 02 Abert-Seq 03 Abert-Seq 04

 Abert-Seq 05 Abert-Seq 06 Abert-Seq 07

A cena de que quero falar, todos já devem ter percebido, e a da Rei nua, mas não propriamente dela. Quem acompanha o blog e todas as teorias que já passaram por aqui já sabe que nada em Evangelion é por acaso. Dessa forma, por que motivo o béquer, o recipiente de agua, que fica no quarto de Rei ganhou destaque na cena? Teria o recipiente algum simbolismo? (lembre-se que tudo não passa de uma teoria, porém quando acabar de ler este post você verá o recipiente com outros olhos).

A teoria foi traduzida do Espanhol do Foro REsurreccion, adaptada e complementada pelo EvangelionBR

No episódio 5 (Rei I) temos o primeiro contato com o quarto de Rei e de fato existe um Béquer de Agua junto a um copo vazio, pode-se simbolicamente dizer que o que contém agua representaria Rei II e o vazio, no escuro, Rei I (informações que corroboram mais a frente no post).

Neste mesmo episódio acontece o primeiro contato mais próximo de Shinji e Rei. Rei faz contato com outro ser humano, o humano que no futuro ela terá sentimentos e mudará o mundo por causa dele. A cena por si só é magica por que após o contato entre os dois a cena muda para o béquer e nota-se uma mudança na iluminação do mesmo. Esse acontecimento ilumina a vida de Rei.

Rei I - Seq 01 Rei I - Seq 02

Rei I - Seq 03 Rei I - Seq 04

No episódio 23, na sequencia do quarto da já Rei III, vemos o béquer iluminado da mesma forma que no episódio 5. Apertando os óculos de Gendou por ódio, ela descobre que não é a primeira que faz isso (ela diz: Estou vendo isso a primeira vez mas sinto que não é a primeira vez que faço isso), odeia Gendou por não deixá-la morrer, descobre que ama Shinji e chora por sentir solidão. Podemos interpretar que a iluminação no béquer a recorda do primeiro contato com Shinji.

Rei 3 - Seq01 Rei 3 - Seq02

Rei 3 - Seq03 Rei 3 - Seq04

No mesmo episódio 23, na sequencia onde Ritsuko leva Misato e Shinji ao “laboratório de evolução” para contar toda a verdade, Shinji diz que parece com a quarto da Rei, então Ritsuko diz:

Ritsuko: Não é de se surpreender. Este aqui é o lugar onde Rei nasceu.
Shinji: Ela o quê?
Ristuko: Ela nasceu aqui. As visões de água e luz que fluem através de sua consciência são meros reflexos desse lugar

“As visões de Agua e Luz”, poderíamos dizer que elas representam a alma de Rei? O béquer seria o seu corpo, o recipiente, o seu campo AT; enquanto a água e a luz seriam suas memorias, sua mente e seus laços, a alma de Rei.

Rei lab Seq 01 Rei lab Seq 02 Rei lab Seq 03

Outro detalhe curioso é em Evangelion 2.22 You Can (Not) Advance. Em uma das sequencias do dormitório da Rei vemos  a seguinte imagem:

1535645_525695660861976_1308084575_n

São 4 recipientes, três vazios e somente um cheio com agua. Levando em consideração a teoria que os Rebuild of Evangelion são uma continuação da série TV, os três vazios representariam Rei I, II e III da série TV e o único cheio a Rei II’ (ou Rei IV). Lembre-se que na trilha original de Rebuild of Evangelion, os mesmos temas de Rei da série TV (existem as musicas Rei I, Rei II e Rei III) foram renomeados para Rei-Opus IV e Rei-Opus V.

Ou esse seria o motivo das 3 pequenas Reis no preview polemico do final do 2.22?

1514534_525695707528638_448945371_n

***

Observação: perceba que tudo não passa de uma teoria e que as referências são apenas simbólicas.