[Teorias E Explicações] A divisibilidade da Alma

eva_ayanami024

A divisibilidade da Alma se refere a uma propriedade implícita das almas dos seres que vivem em Neon Genesis Evangelion, permitindo que elas sejam divididas e os fragmentos resultantes dela possam ser colocados em receptáculos separados. Estes podem ser os corpos de seres humanos, Anjos, como Lilith e Kaworu ou Unidades Evangelion.

Esta propriedade está implícita, ou aparentemente observada pelo menos duas vezes e, provavelmente, três vezes em Neon Genesis Evangelion. O primeiro exemplo é o da alma de Lilith, divididos em corpos de Rei Ayanami, assim como Eva-00, bem como residente em seu próprio corpo original. A segunda instância é a divisão da alma de Kyoko Zeppelin Soryu durante a sua Experiência de Contato com Eva-02, resultando na parte de sua alma, a materna,  é absorvida pelo  núcleo do Eva, fazendo-a enlouquecer e perder todo o reconhecimento por Asuka após o experimento. A terceira provável é o Anjo Israfel, cuja alma se divide quando ocorre a  cisão entre seus dois núcleos quando ele se divide em dois seres.

Post traduzido e adaptado do Wiki.Evageeks para Português Brasileiro por Evangelion:BR

Lilith


zx.end.of.evangelion.renewal.v3.h264.mkv_snapshot_00.52.38_[2014.03.09_20.53.51]No caso de Lilith, não está claro até que ponto as Reis são clonadas a partir de Yui e a que ponto a partir de Lilith, na verdade, a ambiguidade sobre a criação de Rei em si torna difícil dizer quais componentes exatos de Lilith são fornecidos para a concepção de Rei. Ela parece ser geneticamente clonada a partir de Yui, mas feita a partir das substancias que compõem  Lilith. No entanto, é possível que Lilith tenha fornecido algum código genético para Rei também. Sabe-se que os corpos de Rei são clones, devido à sua aparência igual depois de morrer em Episódio 21 e Episódio 23. Em The End of Evangelion, Rei III se reúne com Lilith com as palavras “Estou em casa ” ( “Tadaima” ) e Lilith responde ” Bem-vinda” ( ” Okaeri nasai ” ), o que implica que parte de sua alma ainda está lá (na Lilith original) para cumprimentá-la. No entanto, o fato de Rei ter a alma de Lilith pode ser deduzido no início da série, através de seu comportamento distinto e aparência natural. Ao longo da série, Rei age de forma aparentemente diferente da natureza humana e constantemente tem problemas para lidar com suas próprias emoções, o que ela acha estranho e às vezes incompreensível. A conclusão que se pode chegar é que Lilith forneceu algum material para a existência de Rei, assim como as peças de sua alma.

Também é provável que a alma de Rei I, originalmente de Lilith, habita Eva -00.

Veja A Alma de Eva- 00 para mais detalhes.

Kyoko Zeppelin Soryu


Durante a Experiência de Contato de Kyoko com o Eva-02, parte da sua alma entrou e permaneceu dentro do núcleo da Eva, diferentemente da absorção de Yui Ikari com Eva-01. É aí que a similaridade termina, considerando que a união de Yui com o Eva foi completa fisicamente e espiritualmente, Kyoko não foi totalmente absorvida e surgiu a partir da experiência fisicamente ilesa. Ainda assim, é evidente que a experiência tinha infligido um amargo e duradouro efeito sobre ela pois ela se tornou altamente instável mentalmente, passou a sofrer de uma incapacidade de reconhecer a filha e, além disso, confundir Asuka com uma boneca de pano. A parte de sua alma que restou provavelmente foi profundamente traumatizada, passando pela dor da infidelidade de seu marido durante a sua doença e que por fim cometeu suicídio, enforcando-se, juntamente com um das bonecas de panos. As evidências sugerem que esta parte de sua alma foi então resgatada e reunida com a parte materna dentro do Eva -02, enquanto sua voz implora à Asuka para “morrer comigo” é ouvido ao lado de suas palavras encorajadoras dizendo de outra forma para Asuka que ela ainda está viva e que não deve morrer ainda.

Kyoko 2.1 Kyoko 1

Israfel


angel-israfelO anjo Israfel é um caso ambíguo. Possui um único núcleo em forma combinada (dois, no mangá de Sadamoto) e dois quando ele se divide em “gêmeos”, capazes de ambos operar de forma independente e totalmente em sintonia. No anime, essa capacidade pode ser explicada por uma habilidade inata para dividir e recombinar uma alma que era inicialmente uma.

Alternativamente, poderia ser explicada como uma única alma possuindo a capacidade de existir em dois locais ao mesmo tempo. Outra linha de pensamento propõe que Israfel é tecnicamente dois indivíduos capazes de combinar e separar seus corpos e almas à vontade. O fato de que Israfel é classificado como um único anjo às vezes é considerado um obstáculo a essa interpretação, mas dado o caso dos Lilins, há um precedente para a classificação de vários indivíduos com formas e capacidades similares como um único Anjo.

***

Fonte: Wiki.Eva Geeks (Read here the post in English)