Presidente da FUNimation: “Faríamos melhor na gestão da marca”

O presidente da FUNimation Entertainment, Gen Fukunaga, falou recentemente ao site de notícias Polygon sobre a aquisição da Netflix dos direitos de streaming da série TV de Neon Genesis Evangelion. Em suma, ele acha que a Netflix não fará o certo pela série.

“Tenho 100% de certeza de que teríamos feito um trabalho muito melhor de gerenciamento da marca e de transformá-la no que era”

Lembrando, que na América do Norte a empresa é detentora dos direitos de Rebuild of Evangelion. 

A principal preocupação de Fukunaga parece ser que ela se perderá no mar de conteúdo da Netflix, o que seria uma perda para os fãs do anime, porque prejudicaria sua capacidade de encontrar a série icônica. Ele usou o tratamento de My Hero Academia de sua empresa como exemplo. “Se a My Hero Academia tivesse entrado na Netflix , teria acabado de cair na plataforma com vários títulos e provavelmente teria morrido como marca”, disse ele. “O marketing da Funimation  é 360 – marketing teatral, etc. – o coloca disponível no iTunes, no Xbox e no PlayStation e o coloca em outras plataformas de streaming por conta própria, e realmente promove algo 360º.”

Fukunaga é franco e diz que ele realmente queria a licença de EVA para  a Funimation, também deixou claro por que achava que a Netflix conseguiu a licença em seu lugar:

Honestamente, a Netflix está disposta a pagar significativamente por algo como Evangelion e supera qualquer um por múltiplos, não importa qual seja o retorno do investimento. 

A Netflix ainda não anunciou os planos de lançamento, mas parece que a serie ganhará nova dublagem (Não há qualquer confirmação da Netflix Brasil acerca de nova dublagem aqui – por mais que eu tenha insistido em perguntar…)

O anime original e os filmes são alguns dos trabalhos mais influentes e aclamados pela crítica na história do meio, mas há muito tempo permanecem esgotados e indisponíveis na América do Norte. O último lançamento da ADV Films do anime foi o DVD “Platinum Edition” em 2004 e 2005. A empresa fechou em 2009. No Brasil a serie TV foi transmitida pelos canais Locomotion e Animax. As únicas mídias que ganharam versão Home Video foram os Rebuild of Evangelion 1.11 e 2.22 pela Paris Filmes. 

Fonte: Anime News Network

Anúncios