O Homem Que Salvou a Gainax

No post de hoje vamos falar sobre alguns antecedentes que muito poucos sabem sobre a inclusão de Hideaki Anno  na equipe da Gainax e, acima de tudo, o comportamento da Gainax sobre uma determinada pessoa:

Michael House.

Esse post é uma tradução do Italiano feito pelo Seele dos amigos do Evangelion Italian Fan blog

Você deve estar se perguntando…. Quem diabos é Michael House?

Michael House, não é outro senão o tradutor que estava envolvido na tradução do japonês para o inglês de qualquer mídia e conteúdo publicitário de Evangelion de 1990 ao início de 2000.

O que você vai ler a partir de agora é uma entrevista  conduzida pelo site Gwern.net em 2011 que me afetou particularmente e que me levou a fazer uma breve entrevista sobre o mesmo assunto, em 2016. Então, vou me concentrar em detalhes mais interessantes e menos conhecidos, trechos de ambas as entrevistas.

Michael teve a oportunidade de observar toda a evolução da Gainax, tanto na fase de preparação e posterior ao lançamento de Neon Genesis Evangelion … e é aí que as coisas começam a ficar interessantes.

Gwern.net
Como foi o trabalho na Gainax? Eles deram instruções especiais sobre como gerenciar as traduções ou te deram carta branca?

Michael

Para ser honesto, não foi uma relação exatamente fácil. Inicialmente trataram-me como uma eminência cinzenta, embora eu tentasse ensiná-lo algumas noções básicas do mundo da tradução. Em particular, Hideaki Anno, me dava frases em japonês, pedindo para que a traduzisse, mas sem comunicar o seu contexto… os japoneses têm uma visão bastante simplista do mundo da tradução.

Gwern.net
Sim, nós sabemos sobre este… defeito. Eu li que o fundador do estúdio de animação Tatsunoko (produtor de Macross NDR), em uma entrevista, ele disse que Anno e Yamaga, no momento em que trabalharam no projeto Macross, pecaram no atraso crônico na entrega das tabelas e do trabalho em geral, por sua vez, o atraso foi vingado na entrega de seu trabalho em Evangelion. Você pode confirmar isso?

Michael

Infelizmente não posso dizer nada sobre isso, estas são coisas que aconteceram antes da minha colaboração com a Gainax. Eu só posso dizer que, no momento, as relações entre Gainax e alguns membros da equipe Macross eram bons, especialmente no que diz respeito a Haruka Takachiho (fundador do Studio Nue e empregado mais tarde da Tatsunoko).
Mais eu não posso dizer, desculpe.

Gwern.net
Entendo. Quando terminou sua relação de trabalho com a Gainax?

Michael

Saí em 2000, mas enquanto isso eu colaborei em tempo integral com a Gainax, trabalhando em Death & Rebirth. Eu vi a evolução do merchandise Evangelion e a criação do infantil Karechi Kanojo no Jijou (Karekano). Anno literalmente salvou a Gainax da falência com Evangelion, agora ninguém poderia dizer-lhe nada, nem mesmo quando afirmou querer fazer um filme live-action (Cutie Honey).

Gwern.net
O que não era diferente de produtos feitos no passado? Nem Nadia, Gunbuster nem sequer tinha um tratamento honroso tão grande quanto o recebido de Evangelion.

Michael

Exatamente, e a razão é muito simples. Os trabalhos realizados no passado pela Gainax eram mais do que qualquer coisa feita em comissão ou com a influência dos financiadores. Na época a Gainax tinha quotas no Projeto Eva, então ela tentou obter o ganho máximo da posse desses direitos. Só para mencionar um, a licença foi dada para fazer jogos Pachinko com o tema Evangelion. Que eu saiba, nenhum outro trabalho da Gainax foi explorado desta forma.

Gwern.net
Eu não estava ciente dessas coisas. E pensar que, no momento, eu me perguntava o que a Cerveja Yebisu tinha pago para aparecer na série.

Michael

Anno mudou o nome nas latas apenas na versão Home Video, mas eu me lembro bem de Hideaki Anno e um cavalheiro do departamento de vendas da Yebisu olhar para os episódios em que as latas apareceram, bebendo goles de cerveja direto das garrafas rotuladas com essa marca em particular. Se a Gainax e Anno receberam outras recompensas para este posicionamento dos produtos, eu não posso dizer.

O resto é bastante desinteressado na ligação real com Evangelion, então eu vou pular direto para a pequena entrevista que fiz com o Michael, levando apenas alguns trechos de conversa.

Seele
Durante anos, na rede, falamos de problemas de orçamento no momento da realização de Evangelion, e que estas questões estavam intimamente ligadas às restrições impostas pela TV Tokyo e a relação tempestuosa entre a emissora e a Gainax. Você nos diz algo sobre isso?

Michael

Eu não poderia dizer, eu não estava muito envolvido no processo de desenvolvimento da série, nem muito menos no Projeto Eva em si. Eu só me lembro que, na época e conversando com alguns dos funcionários com quem eu estava mais ou menos amarrado, eles me disseram que chegou ao episódio nove e Hideaki Anno já tinha esgotado todos os fundos destinados à série, apesar dos atrasos na programação. Eu não posso dizer o quanto essas declarações foram verdadeiras, também porque eu não saberia explicar como a série poderia ter continuado. Quanto à relação com a TV Tokyo, parece-me coisa nova. Especialmente considerando que a TV Tokyo propôs em sua programação quase todas as obras realizadas pela Gainax, tanto pré e pós Evangelion.

Seele
Aqui, você mencionou algo interessante sobre a produção. Falamos muitas vezes de atrasos na entrega do material, e a mesma entrevista conduzida por Gwern.net relata que, em 1995, Gainax tinha produzido apenas alguns episódios e que o resto deles ainda não tinha sido animados.

Michael

Sim, pelo que eu sei é verdade. Quando cheguei, por exemplo, tinham sido feitos apenas 2-3 episódios, o resto ainda não tinha sido concluído nem o storyboard e eu podia ver, todos os dias, dubladores e animadores agarrados uns aos outros para serem capazes de completar o trabalho. Tanto que, neste sentido, posso dizer que os dubladores foram para dublar cenas que não tinham sido animadas.

Seele
É quase de se pensar que os rumores do orçamento eram verdadeiros. Mas ao mesmo tempo também se fala sobre 65.000 de orçamento para cada episódio. Em suma, este é o lugar onde as coisas se distanciam. O que você acha?

Michael

Realmente, mais do que isso eu não posso dizer. Eu sei de um fato que Death&Rebirth foi programado para ser incluído nas fases finais da série, mas eu não sei por que eles foram adiados para depois. Porque, como eu vejo e pelo que eu sei da época não tinham sido, obviamente, completados os storyboards de D&R, assim eu suponho que eles decidiram liberá-lo mais tarde por este motivo. Também porque, inicialmente e pelo que me lembro, D&R teria que dar uma contribuição para a série e não para o final, dando sentido ao arco narrativo. Eu também me lembro que Anno tentou até o fim realizar Evangelion de acordo com sua visão, assim, seguindo seu processo artístico. Infelizmente (ou, felizmente), ele decidiu sair, aceitando as propostas de todo o pessoal e dando forma ao projeto para o refinamento do homem como o conhecemos.

Seele
Propostas do pessoal? Em que sentido?

Michael

Durante toda a produção da série, Anno pediu contribuição de qualquer pessoa que participava do Projeto Eva, especialmente confidenciou com Yamashita, Sadamoto e Higuchi. Como eu disse anteriormente, Anno decidiu abandonar sua visão artística, porque agora ele não tinha mais tempo material, e assim ele confiou nas ideias reunidas ouvindo todos os funcionários.
Se ele não tivesse, provavelmente hoje nós não teríamos sequer um final para a série. Se o Anno tivesse continuado, eu acho que Death & Rebirth (mais tarde conhecido como The End of Evangelion) seriam os episódios originais que deveriam terminar a série. 
Não ter tempo para terminar e animar o storyboard, eu acho que todos nós conhecemos hoje, é sua visão original da coisa.

***

Fonte: Eva Italian Fan Blog

Anúncios